Regina Migliori opina sobre o Exercício da Responsabilidade Socioambiental nas Empresas

19/11/2008 • Regina Migliori
São Paulo, 19 de novembro de 2008 - Goiânia recebe, nos próximos dias 21, 22 e 23 de novembro, a educadora, consultora de cultura de paz da Unesco e diretora do Instituto Migliori, Regina Migliori, que dará palestras sobre o Exercício da Responsabilidade Socioambiental nas Empresas. As apresentações são direcionadas para profissionais da área e acontecem na sede do Instituto de Pós-Graduação do Estado de Goiás (IPOG-GO), localizado na Rua T-55, quadra 96, número 580, Lt. 11, no bairro de St. Bueno.
 
Durante as palestras, Regina irá demonstrar como um empreendimento consegue maior estabilidade no mundo moderno dos negócios, quando alcança o equilíbrio entre seus interesses econômicos, bem estar da sociedade e uso racional do meio ambiente.
 
Atualmente, os investidores buscam por empresas socialmente responsáveis e sustentáveis para aplicar seus recursos, pois consideram que elas geram valor para o acionista por estarem mais preparadas para enfrentarem riscos econômicos, sociais e ambientais. Além disso, o consumidor do futuro é aquele que se preocupa com meio ambiente e quer cada vez mais ser parceiro de uma instituição que faz sua parte no compromisso solidário e ambiental. A palestrante debaterá esse atual cenário, que interfere na economia mundial e no novo jeito de fazer negócios.
 
Regina Migliori
Ainda na década de 80, quando questões como valores, cultura de paz e ética ainda não eram assuntos de interesse de governos e empresas, Regina Migliori foi a pioneira em atuar nesta área, e se mantém trabalhando junto a importantes grupos empresariais. Ela é educadora, advogada e escritora, além de ser membro do Instituto de Estudos do Futuro, e coordenadora do MBA em Valores, Cultura de Paz e Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas e programas de pós-graduação em Ética, Valores e Sustentabilidade em outras instituições no Brasil.
 
Na área de sustentabilidade, a consultora tem atuado em projetos para as iniciativas pública e privada como os Governos dos Estados de Minas Gerais e Alagoas, Banco Real, Grupo Votorantim, Basf, Natura, Vale do Rio Doce, Petrobras, além de coordenar os programas em Cultura de Paz junto a Policia Militar do Estado de São Paulo, entre outros.



[voltar]